Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, junho 24, 2006

OS VÍCIOS PESSOAIS


Trecho do livro: Diário de um Mago - Paulo Coelho


Estávamos num campo imenso, um campo de trigo liso e monótono, que se estendia por todo o horizonte. A única coisa quebrando o tédio da paisagem era uma coluna medieval encimada por uma cruz, que marcava o caminho dos peregrinos. Chegando em frente à coluna, Petrus largou a mochila no chão e se ajoelhou. Pediu que eu fizesse o mesmo.

Vamos rezar. Vamos rezar pela única coisa que derrota um peregrino quando ele encontra a sua espada:

os seus vícios pessoais. Por mais que ele aprenda com os Grandes Mestres como manejar a lâmina, uma de suas mãos será sempre seu pior inimigo. Vamos rezar para que, caso você consiga encontrar a sua espada, segure-a sempre com a mão que não te escandaliza.

Eram duas horas da tarde. Não se ouvia nenhum ruído, e Petrus começou:

Tende piedade, Senhor, porque somos peregrinos a caminho de Compostela, e isto pode ser um vício. Fazei em vossa infinita piedade com que jamais consigamos virar o conhecimento contra nós mesmos.

Tende piedade dos que têm piedade de si mesmos, e se acham bons e injustiçados pela vida, porque não mereciam as coisas que lhe aconteceram - pois estes jamais vão conseguir combater o Bom Combate. E tende piedade dos que são cruéis consigo mesmos, e só vêem maldade nos próprios atos, e se consideram culpados pelas injustiças do mundo. Porque estes não conhecem Tua lei que diz: "até os fios de tua cabeça estão contados".

Tende piedade dos que mandam e dos que servem muitas horas de trabalho, e se sacrificam a troco de um domingo onde está tudo fechado e não existe lugar onde ir. Mas tende piedade dos que santificam sua obra e vão além dos limites de sua própria loucura, e terminam endividados ou pregados na cruz por seus próprios irmãos. Porque estes não conheceram Tua lei que diz:

"sede prudente como as serpentes e simples como as pombas".

Tende piedade porque o homem pode vencer o mundo e nunca travar o Bom Combate consigo mesmo. Mas tende piedade dos que venceram o Bom Combate consigo mesmo, e agora estão pelas esquinas e bares da vida, porque não conseguiram vencer o mundo. Porque estes não conheceram Tua lei que diz: "quem observa minhas palavras tem que edificar sua casa na rocha".

Tende piedade dos que têm medo de segurar na pena, no pincel, no instrumento, na ferramenta, porque acham que alguém já fez melhor que eles, e não se sentem dignos de entrar na mansão portentosa da Arte. Mas tende mais piedade dos que seguraram na pena, no pincel, no instrumento e na ferramenta, e transformaram a Inspiração numa forma mesquinha de se sentirem melhores do que os outros. Estes não conheceram Tua lei que diz: "nada está oculto senão para ser manifesto, e nada se faz escondido senão para ser revelado".

Tende piedade dos que comem, e bebem, e se fariam, mas são infelizes e solitários em sua fartura. Mas tende mais piedade dos que jejuam, censuram, proíbem e se sentem santos, e vão pregar Teu nome pelas praças. Porque estes não conhecem Tua lei que diz: "se eu testifico a respeito de mim mesmo, meu testemunho não é verdadeiro".

Tende piedade dos que temem a Morte e desconhecem os muitos remos que caminharam e as muitas mortes que já morreram, e são infelizes porque pensam que tudo vai acabar um dia. Mas tende mais piedade dos que já conheceram suas muitas mortes, e hoje se julgam imortais, porque desconhecem Tua lei que diz:

"quem não nascer de novo não poderá ver o Reino de Deus".

Tende piedade dos que se escravizam pelo laço de seda do Amor, e se julgam donos de alguém, e sentem ciúmes, e se matam com veneno, e se torturam porque não conseguem ver que o Amor muda como o vento e como todas as coisas. Mas tende mais piedade dos que morrem de medo de amar, e rejeitam o amor em nome de um Amor Maior que eles não conhecem, porque não conhecem Tua lei que diz: "quem beber desta água, nunca mais tornará a ter sede".

Tende piedade dos que reduzem o Cosmos a uma explicação, Deus a uma poção mágica, e o homem a um ser com necessidades básicas que precisam ser satisfeitas, porque estes nunca vão ouvir a música das esferas. Mas tende mais piedade dos que possuem a fé cega, e nos laboratórios transformam mercúrio em ouro, e estão cercados de livros sobre os segredos do Tarot e o poder das pirâmides. Porque estes não conhecem Tua lei que diz: "é das crianças o reino dos céus".

Tende piedade dos que não vêem ninguém além de si mesmos, e para quem os outros são um cenário difuso e distante quando passam pela rua em suas limusines, e se trancam em escritórios refrigerados no último andar, e sofrem em silêncio a solidão do poder. Mas tende piedade dos que abriram mão de tudo, e são caridosos, e procuram vencer o mal apenas com amor, porque estes desconhecem Tua lei que diz: "quem não tem espada, que venda sua capa e compre uma".

Tende piedade, Senhor, de nós que buscamos e ousamos empunhar a espada que prometestes, e que somos um povo santo e pecador, espalhado pela terra. Porque não reconhecemos a nós mesmos, e muitas vezes pensamos que estamos vestidos e estamos nus, pensamos que cometemos um crime e na verdade salvamos alguém. Não vos esqueceis em vossa piedade de todos nós que empunhamos a espada com a mão de um anjo e a mão de um demônio segurando no mesmo punho. Porque estamos no mundo, continuamos no mundo e precisamos de Ti. Precisamos sempre de Tua lei que diz: "quando vos mandei sem bolsa, sem alforjes e sem sandálias, nada vos faltou".

Petrus parou de rezar. O silêncio continuava. Ele estava olhando fixo o campo de trigo a nossa volta.

Um pouquinho do próprio veneno !!

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre.
A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.
- "Bem-vindo ao Paraíso! " diz são Pedro. " Antes que você entre,
há um probleminha. Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe,
então não sabemos bem o que fazer com você. "
- " não vejo problema, é só me deixar entrar ", diz o antigo
senador.
- " Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o
seguinte: Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso... Aí,
pode escolher onde quer passar a eternidade.
" não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o senador. "
-" Desculpe, mas temos as nossas regras..
Assim, são Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce,
desce até Inferno.
A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe.
Ao fundo ele vê o clube na frente do qual estão todos os seus amigos
e outros políticos com os quais havia trabalhado. Todos muito felizes
em traje social. Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar
sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo..
Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar. Quem
também está presente é o Diabo, um cara muito amigável que passa o
tempo todo dançando e contando piadas. Eles se divertem tanto que,
antes que ele perceba, já é hora de ir embora. Todos se despedem dele
com abraços e acenam enquanto o elevador sobe. Ele sobe, sobe, sobe e
a porta se abre outra vez.
São Pedro está esperando por ele.
Agora é a vez de visitar o Paraíso. Ele passa 24 horas junto a um
grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas
e cantando.
Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e são
Pedro retorna.
- " E aí? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora
escolha a sua casa eterna.
"Ele pensa um minuto e responde: - " Olha, eu nunca pensei ... O
Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno."
Então são Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce
até o Inferno. A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno
baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e
sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos. O Diabo vai ao
seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.
- " não estou entendendo", gagueja o senador . "Ontem mesmo eu
estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e
nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de
mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados.
"O Diabo olha pra ele, sorri e diz: "Ontem estávamos em campanha.
Agora,já conseguimos o seu voto.

quarta-feira, junho 21, 2006

Súplica cearense

Gordurinha & Nelinho

Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o senhor se zangou
E só por isso o sol se arretirou
Fazendo cair toda chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedir pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Meu Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração

Meu Deus, perdoe eu encher os meus olhos de água
E ter-lhe pedido cheinho de mágoa
Pro sol inclemente se arretirar

Desculpe eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
Desculpe eu pedir para acabar com o inferno
Que sempre queimou o meu Ceará

A SAGRADA ESCRITURA DOS VIOLEIROS

A defesa é natural
Cada qual para o que nasce
Cada qual com a sua classe
Seus estilos de agradar

Um nasce para trabalhar
Outro nasce para briga
Outro vive de intriga
E outro de negociar

Outro vive de enganar
O mundo só presta assim
É um bom, outro ruim
E eu não tenho jeito para dar

Para acabar de completar
Quem tem o mel, dá o mel
Quem tem o fel, dá o fel
Quem nada tem, nada dar

terça-feira, junho 20, 2006

Amar Quem Eu Já Amei - Zé Ramalho

by (João do Vale/Libório)

Seu moço eu venho de longe
Não sei onde vou chegar
Não tenho medo de seguir
Mas tenho medo de voltar
Plantar, plantar porque homem sou
Plantar, colher para quem não plantou
Amar, amar quem nunca me amou
Ser mais escravo do que hoje sou
Quando a ida não é boa
A volta não pode prestar
Não tenho medo de seguir
Mas tenho medo de voltar
Acreditar no que eu acreditei
E trabalhar para quem trabalhei
Amar, amar quem eu já amei
Passar caminho que eu já passei

Imaginação

Um cachorrinho, perdido na selva, vê um tigre correndo em sua direção.
Pensa rápido, vê uns ossos no chão e se põe a mordê-los.
Então, quando o tigre está a ponto de atacá-lo, o cachorrinho diz:
- Ah, que delícia este tigre que acabo de comer!

O tigre pára bruscamente e sai apavorado correndo
do cachorrinho, e no caminho vai pensando:
"Que cachorro bravo!
Por pouco não come a mim também!"

Um macaco, que havia visto a cena, sai correndo
atrás do tigre e conta como ele havia sido enganado.

O tigre, furioso, diz:
- Cachorro maldito! Vai me pagar!
O cachorrinho vê que o tigre vem atrás dele de novo
e desta vez traz o macaco montado em suas costas.
"Ah, macaco traidor!
O que faço agora?", pensou o cachorrinho.

Em vez de sair correndo, ele ficou de costas,
como se não estivesse vendo nada.
Quando o tigre está a ponto de atacá-lo de novo, o cachorrinho diz:
- Macaco preguiçoso!
Faz meia hora que eu o mandei me trazer um outro tigre
e ele ainda não voltou!

"EM MOMENTOS DE CRISE, SÓ A IMAGINAÇÃO
É MAIS IMPORTANTE QUE O CONHECIMENTO."
Albert Einstein

domingo, junho 18, 2006

Coari - Cazuza

Coari - Cazuza

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada antes de eu nascer

Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito é uma navalha

Coari
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Coari
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada antes de eu nascer

Não me sortearam
A garota do Fantástico
Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada pra só dizer "sim, sim"

Coari
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Coari
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Grande pátria desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair
(Não vou te trair)