Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, setembro 25, 2015

Prefeitura dá posse aos membros do Conselho de Política Cultural de Coari

Com a posse dos conselheiros a prefeitura dá mais um passo para a implementação do Sistema Municipal de Cultura de Coari.

Com a posse dos conselheiros a prefeitura dá mais um passo para a implementação do Sistema Municipal de Cultura de Coari.

Os 28 membros do Conselho Municipal de Política Cultural de Coari tomaram posse na última quarta-feira (23), em solenidade realizada no Auditório Municipal Silvério José Nery, com a presença do secretário municipal de Educação, Alzaias Alves Martins, que representou o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães. Os conselheiros terão mandato de dois anos, biênio 2016-2017, com direito a uma única reeleição. Representantes de diversos segmentos culturais como artesanato, artes visuais, música, literatura, danças, teatro e movimentos culturais compõem metade das cadeiras do conselho.

Primeiro Conselho de Política Cultural instituído na Rainha do Solimões, o órgão foi estabelecido pela Lei Municipal nº 616, de 31 de dezembro de 2013, como parte integrante do Sistema Municipal de Cultura (SMC), que habilita o município a estar integrado ao Sistema Nacional de Cultura (SNC). Com a instalação do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) a Prefeitura de Coari dá o penúltimo passo para implantação do Sistema Municipal de Política Cultural do município, que será composto pelos seguintes componentes: Secretaria Municipal de Cultura, Conferências Municipal de Cultura, Plano Municipal de Cultura, Conselho Municipal de Política Cultural e Sistema Municipal de Financiamento à Cultura (com o Fundo Municipal de Cultura).

O CMPC é um órgão colegiado, com composição paritária entre poder público e sociedade civil e tem caráter consultivo e deliberativo. Suas principais funções são a articulação e pactuação entre poder público e sociedade civil, buscando o melhor desenvolvimento de políticas públicas para a cultura do município. O conselho pode, por exemplo, opinar e solicitar esclarecimentos sobre as ações de financiamento à cultura, propor diretrizes para as políticas setoriais, fiscalizar o Plano Municipal de Cultura, entre outras ações.

alza archipo

O órgão é formado por 28 integrantes, sendo que metade refere-se à sociedade civil e a outra parte ao poder público. Os representantes da Sociedade Civil foram indicados pelos segmentos culturais: Artes Visuais, Dança, Literatura, Música, Teatro, Movimentos Culturais e Associação Coariense de Conscientização Ambiental, Turística, Histórica, Artística e Paisagística (ACCATHAP). Cada categoria é composta por um representante titular e um suplente. Já os sete representantes do Poder Público e seus suplentes foram indicados pelo Prefeito Raimundo Magalhães, conforme dispõe a Lei do Sistema Municipal de Cultura, que distribui os assentos aos quais o Poder Público tem direito, com as seguintes secretarias municipais: Cultura e Turismo, Planejamento, Agroeconomia, Desenvolvimento Social, Educação, Meio Ambiente e Esporte e Lazer.

Para o secretário de Cultura e Turismo, Archipo Góes, com o apoio que o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães, está dando à cultura, o sonho de efetivar a Lei do Sistema Municipal de Cultura, que se arrasta há mais de três anos, está perto de virar realidade. Archipo destacou ainda a persistência do cantor e compositor coarienses, José Adalberto da Silva, o Adal, que foi o responsável por dialogar com toda a classe artística da cidade, conscientizando-os da importância da luta pela implantação do CMPC. “Iremos construir juntos este sonho e efetivar esta política que agora é lei, a Lei do Sistema Municipal de Cultura. O nosso próximo passo é efetivar o Sistema Municipal de Financiamento à Cultura (com o Fundo Municipal de Cultura)”, garantiu o secretário.

Falando em nome do prefeito Magalhães, o secretário municipal de educação, Alzaias Alves Martins, iniciou o seu pronunciamento declarando que “já é hora de Coari deixar de ser chamada de ‘terra do já teve’, lembrando que o município é dono de um grande ‘celeiro’ de artistas, seja na música, na dança, nas artes plásticas, na literatura ou em qualquer manifestação artística cultural. Coari já foi palco de grandes manifestações culturais que marcaram época na nossa cultura, como a disputa entre os bois-bumbás Rei Garantido e Corre-Campo”, lembrou Alzaias.

O secretário de educação, também garantiu que o prefeito Magalhães está confiante na atuação do Conselho Municipal de Política Cultural, e que acredita ser um instrumento imprescindível para assegurar a democratização e a valorização da cultura coariense.

zurra e alza

MEMBROS DO CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA CULTURAL

REPRESENTANTES DO PODER PÚBLICO

1. SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO

Titular – Archipo Wilson Cavalcante Góes

Suplente – Daniel de Almeida Alves

2. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO

Titular – Rômulo José de Oliveira Zurra

Suplente – Rayonilia Amaro da Silva

3. SECRETARIA MUNICIPAL DE AGROECONOMIA

Titular – Suêmia Carvalho do Nascimento

Suplente – Elinês Pinheiro Cordovil

4. SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Titular – Keila Barreto Ramires

Suplente – Alzinete Garcia Praia da Costa

5. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Titular – Josimar Batalha Mendes

Suplente – Joabe Marins da Cruz

6. SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

Titular – Cornélio Braga de Oliveira Filho

Suplente – Maria Socorro Marins de Almeida

7. SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

Titular – Fábio Lúcio da Silva Barros

Suplente – Ronyelle Feitosa da Costa

 

REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL

1. SEGMENTO: MÚSICA

Titular – Adenilton dos Santos Barbosa (Gato)

Suplente – Elekerby Torres da Silva

2. SEGMENTO: DANÇAS

Titular – Aldo da Costa Sales

Suplente – José Liberato da Silva

3. SEGMENTO: ARTES VISUAIS

Titular – Paulo César Moura da Silva

Suplente – Adonias Gonçalves Simões

4. SEGMENTO: LITERATURA

Titular – Alex de Almeida Alves

Suplente – Silvanei Santos da Silva

5. SEGMENTO: TEATRO

Titular – Ariana Ketlen Moraes Melara Pereira

Suplente – Elielma Jeane de Jesus Cavalcante

6. SEGMENTO: INSTITUCIONAL/ACCATHAP

Titular – Emerson da Silva Alfaia

Suplente – Cleuzomar Teixeira dos Santos

7. SEGMENTO: MOVIMENTOS CULTURAIS

Titular – José Adalberto da Silva (Adal)

Suplente – Waldomilson Sotero dos Santos