Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, agosto 20, 2011

José Lobo assume função de adjunto em secretaria estadual


José Lobo (RUBILAR SANTOS/ACRÍTICA )
 
O ex-deputado estadual José Lobo foi nomeado, em 26 de julho passado, secretário adjunto de infraestrutura da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) pelo governador em exercício na data, José Melo.

Lobo, que é filiado ao PCdoB, foi secretário estadual durante a gestão do ex-prefeito Adail Pinheiro (PRP), em Coari (a 370 quilômetros de Manaus), e, este ano, chegou a concorrer a vaga angariada por Wilson Lisboa (PCdoB) na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), até então ocupada por Washington Régis (PMDB).

Lisboa foi diplomado e empossado nesta semana e restou como consolo a Lobo um cargo de confiança no segundo escalão do governo estadual.

Fonte: ACrítica

Multidão recebe Arnaldo Mitouso em Coari

Vítima de crime de pistolagem Mitouso se recupera de tiro no pescoço (Robson Daniel )
 
Após 14 dias em Manaus se recuperando do ferimento à bala que sofreu em um atentado cometido por pistoleiros, no ultimo dia 05 de agosto, na avenida Torquato Tapajós, quando retornava para sua residência, o prefeito Arnaldo Mitouso (PMN), retornou ontem a Coari (a 363 Km da capital) em meio a uma das maiores manifestações públicas que já se viu naquela cidade. Cerca de oito mil pessoas, segundo dados da Polícia Militar, tomaram conta do aeroporto do município e saíram em carreata pelas ruas da cidade.

“Nem nos meus piores pesadelos me vi passando pelo que passei. Por outro lado, nem nos meus melhores sonhos, imaginei que meu povo me daria essa acolhida”, comemorou Mitouso.

Arnaldo Mitouso chegou  ao município acompanhado da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B) que já estava com visita agendada  para participar da inauguração da Policlínica Dr. Roque Juan Dell’osso, e da entrega de duas patrulhas agrícolas mecanizadas, fruto de emendas da parlamentar que destinou para o setor primário mais de R$ 15 milhões. As patrulhas  foram entregues para os moradores das comunidades rurais do Mamiá e de Itapeuá.

Fonte: ACrítica

quarta-feira, agosto 17, 2011

Adail Amaral Pinheiro é condenado a devolver R$ 1,3 milhão

O ex-prefeito de Coari, Manoel Adail Amaral Pinheiro (PRP), foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a devolver aos cofres públicos o valor de R$ 1,3 milhão. 

O valor é referente ao convênio nº 3.698/2001, feito entre a prefeitura do município e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para a construção de sistema de esgotamento sanitário na cidade.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, edição desta quarta-feira (17). A denúncia foi feita pela própria Funasa que recorreu ao Ministério Público Federal para representar a ação.

O convênio foi assinado na gestão de Adail Pinheiro no ano de 2001. O valor total do contrato assinado e repassado para a prefeitura na então gestão do ex-prefeito é de R$ 1.319.861,34.

Adail terá o prazo de 15 dias para comprovar perante o Tribunal o recolhimento da dívida aos cofres da Funasa.

O Tribunal fixou ainda, o prazo de 15 dias, a contar da notificação, para que o município de Coari comprove perante o TCU o recolhimento aos cofres da Funasa a importância de R$ 79.191,68, que teria sido utilizado na construção do sistema de esgotamento.

Caso o ex-prefeito não comprove, no prazo determinado, a utilização do repasse, terá que pagar uma multa estipulado pelo Tribunal no valor de R$ 30 mil.
 
Fonte: EmTempo

Mitouso reassume Prefeitura de Coari (AM)

Apesar de ter sido atingido no pescoço, prefeito Arnaldo Mitouso conseguiu escapar com vida do atentado
Apesar de ter sido atingido no pescoço, prefeito Arnaldo Mitouso conseguiu escapar com vida do atentado (Luiz Vasconcelos - 16.04.2010)
  
Duas semanas depois de ter sido vítima de crime de pistolagem, em Manaus, o   prefeito  Arnaldo Mitouso (PMN) reassumirá, na  próxima sexta-feira,  o comando da Prefeitura de Coari. Antes de retornar ao município disse que vai pedir ao governador Omar Aziz (PMN)  reforço policial para segurança  dele.
No último dia 5, a picape Hilux na qual Arnaldo Mitouso viajava, na estrada Torquato Tapajós, foi alvejada por nove tiros de pistola nove milímetro. O prefeito recebeu um disparo no pescoço. E o segurança e motorista dele, Celidônio da Siva, foi ferido na perna. Um dia depois do atentado, Mitouso atribuiu o crime a inimigos políticos.
Durante esse período o município, que possui o segundo maior orçamento do Estado (só perde para Manaus), vinha sendo administrado pelo vice-prefeito Railson Torres (PPS). “Em Coari o perigo é menor. Mas não vamos relaxar. Antes eu andava despreocupado, quase sem segurança. Antes de ir para Coari vou procurar o governador para ver se há possibilidade de ir mais policiais para o município”, disse o prefeito.
Em relação às denúncias feitas pelo deputado Sabino Castelo Branco (PTB), publicadas na edição de ontem de A CRÍTICA, de que a gestão de Mitouso cometeu irregularidades em licitações de obras e contratou funcionários fantasmas, o prefeito rebateu as acusações e disse que a promotoria de justiça em Coari está apurando o caso. “As licitações são públicas. Foi o primeiro setor que tomamos cuidado. Quando assumi lembrei aos funcionários sobre a operação da Polícia Federal que prendeu todos os servidores do setor de licitação da gestão anterior”, declarou o prefeito.

 Fonte: ACrítica

Prefeitura de Coari realiza concurso para a contratação de procuradores

ANA CAROLINA BARBOSA
Coari (EUZIVALDO QUEIROZ)

A Prefeitura Municipal de Coari (a 370 quilômetros de Manaus) lançou, nesta terça-feira (16/08), o edital 001/2011, para a realização de concurso público destinado ao preenchimento de quatro vagas para procurador municipal na localidade. As inscrições ocorrem entre os dias 15 e 19 de agosto e podem ser feitas, ao valor de R$ 200 e pode ser feitas em qualquer agência do Banco do Brasil do município. O salário será de R$ 2.143 por vaga.
As provas objetivas serão aplicadas dia 11 de setembro deste ano (domingo), em local e horário disponíveis no cartão de confirmação de inscrição dos candidatos. O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam será o responsável pela execução, por meio da Comissão Permanente de Concursos (Copec). O gabarito será divulgado dia 12 de setembro e o resultado final dia 25 de outubro.
 Entre as exigências para participar do concurso, estão: ter o ensino superior em Direito completo, com dois anos de inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); mais de 18 anos; ter situação regularizada perante a Justiça Eleitoral; não registrar antecedentes criminais, entre outros.
Conforme o edital, a documentação referente à prova de títulos deverá ser entregue nos dias 5 e 6 de outubro, entre 8h e 14h e serão considerados aprovados candidatos que obtiverem a pontuação igual ou superior a 40% do total de pontos correspondente à prova objetiva, desde que não tenha zerado nenhuma disciplina.
A classificação final será obtida a partir da soma das notas das duas provas. As datas da divulgação do gabarito e do resultado final não constam no edital.
Segundo a procuradora adjunta do município, Fabíola Vasconcelos Mitouso, a lei permite a contratação de até cinco procuradores, mas, Coari já possui uma efetiva (Fabíola Rabelo). Além dele, o município trabalha com uma procuradora adjunta e o procurador-geral Ernesto Costa.
Ela explicou que, atualmente, estão sendo feitos levantamentos de custos para a realização de concursos públicos em outras áreas. Contudo, não se sabe ainda se será possível realizá-los em 2011, por conta do tempo.
No caso do o concurso para procuradores é estritamente necessário já que a Procuradoria de Coari recebe, em média, 50 intimações por semana. “Além disso, temos também a parte administrativa, para a qual prestamos assessoria jurídica e que inclui 21 secretarias”, destacou. O edital está disponível na edição desta terça-feira do Diário Oficial do Estado.

Fonte: ACrítica

terça-feira, agosto 16, 2011

Deputado é acusado de pressionar prefeito de Coari (AM)

O prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso (PMN), disparou várias acusações contra o deputado federal e presidente do Diretório do PTB no Amazonas, Sabino Castelo Branco. Dentre elas, Mitouso acusa o parlamentar  de pressionar a Prefeitura de Coari para ganhar contratos de obras e contratar a irmã dele, Marilucia Castelo Branco Maués,  e outras duas pessoas com salário de R$ 20 mil, cada uma.

Na sexta-feira (12),  Mitouso, por meio de nota divulgada por sua assessoria de comunicação, denunciou que Sabino Castelo Branco bancou o programa “Bronca no Rádio”, na rádio Nova Coari FM, porque teve interesses contrariados pela atual administração. Disse que, após a eleição suplementar de 2009, o deputado federal pressionou o prefeito a colocar sob sua indicação o  secretário de Finanças do município.
De acordo com o prefeito Mitouso, Sabino Castelo Branco também queria tomar conta dos serviços de coleta de lixo, de obras e de indicação de cargos na Prefeitura do Município. O deputado, segundo Mitouso, enviou os documentos das pessoas que deveriam ocupar os postos de confiança e até determinou que o   salário de cada um deles  deveria ser de  R$ 20 mil.

O prefeito encaminhou a A CRÍTICA cópias desses documentos. São as  carteiras de Identidade e de Trabalho da irmã de Sabino, Marilucia Castelo Branco Maués; a carteira de Identidade e o título de eleitor de Olavo Alves Farias; e a carteira de identidade, a cédula eleitoral, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o Certificado de Reservista de Romário de Paula. “Esse salário não existe no funcionalismo público de Coari”, enfatiza a nota do Prefeito.

Quando as exigências foram negadas, segundo Mitouso, Sabino passou a atacar a administração de Coari por meio do programa na  rádio Coari FM que ficou no ar até dezembro de 2010. “A mesma coisa ocorreu com o programa de televisão do senhor Sabino, antes chamado Bronca na TV e hoje A Voz da Esperança” (Na TV Em Tempo).

Na última quinta-feira, o clima de hostilidade entre os dois ficou evidente. Sabino teria dito que Mitouso está saqueando os cofres de Coari. Teria dito ainda que o prefeito, à época que era vereador, matou covardemente o ex-prefeito e médico Odair Geraldo. O prefeito disse que vai entrar com uma interpelação judicial contra o deputado.  A peça é a fase preparatória de uma ação penal por calúnia.
Atentado

No último dia 5, Arnaldo Mitouso recebeu um tiro no pescoço quando transitava à noite na avenida Torquato Tapajós, em Manaus, na companhia do segurança e motorista Celidônio da Silva. A picape Hilux na qual o prefeito estava foi atingida por nove disparos  de pistola 9 milímetros. O prefeito está se recuperando do ferimento na casa dele em Manaus.

O atentado ocorreu quatro dias depois de Arnaldo Mitouso, em entrevista a A CRÍTICA, ter comentado às pressões que sua gestão vem recebendo do grupo do ex-prefeito Adail Pinheiro (PMDB) e do deputado federal Sabino Castelo Branco.

Segundo Arnaldo Mitouso, o deputado Sabino Castelo Branco, montou, no ano de 2010, um programa de rádio em Coari para criticar de forma ostensiva a administração dele.

domingo, agosto 14, 2011

Primaz do Brasil ordena novo bispo da Prelazia de Coari

Michael Mutinda
 
Festas, ordenações, beatificação e consagração têm marcado o ano 2011 até agora a cidade de Salvador, terra de todos os santos na Bahia. Nesta sexta-feira, dia 12 de agosto, os fiéis católicos de Salvador voltaram a se reunir para a ordenação episcopal de mais um pastor, dom Marcos Piatek, CSsR, eleito pelo papa Bento XVI para bispo da Prelazia de Coari, AM.

Operário na messe do senhor
A celebração que contou com inúmeras fiéis, padres, diáconos e bispos, foi presidida por dom Murilo, arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, e co-presidida por dom Ceslau Stanula, CSsR, bispo de Itabuna, BA e dom Gutemberg Freire, CSsR bispo de Coari, AM. A missa de ordenação, seguida de uma confraternização, foi celebrada na paróquia Ressurreição do Senhor, no bairro Ondina em Salvador.
Na sua homilia, dom Murilo dirigiu palavras de coragem a todos, mas em especial ao seu colega dom Marcos. "Todo pastor é ordenado para anunciar o Evangelho, santificar os fieis e conduzir o povo de Deus à casa do Pai. Nisso", continuou dom Murilo, "é preciso ter recursos que dão esperança para o pastor e para todo povo de Deus. Esses recursos são: o amor a Cristo que leva ao amor a cada homem e mulher e a sua realização; os seus irmãos bispos que animam e enriquecem na vivência como irmãos; e a própria Igreja particular que na sua missão deveria ser casa e escola da esperança". Falando particularmente ao novo bispo, dom Murilo lembrou as palavras de Santo Agostinho: "para o povo, ele deve ser bispo e com o povo, um pastor". Dom Murilo pediu a dom Marcos que se apoiasse em Maria, como sua Rainha e protetora e que cultivasse a imagem de um pai para todo o povo.

O caminho trilhado
Dom Marcos Marian Piatek, nasceu em 10 de outubro de 1954, em Tuchow, diocese de Tarnów, polônia. Entrou na congregação dos missionários redentoristas em 1973. Foi ordenado sacerdote em 5 de junho de 1980 e veio ao Brasil em 1986. Atualmente é professor do Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador, da Faculdade São Bento da Bahia e da Escola Diaconal da Arquidiocese de Salvador. É autor de livros e vários artigos.
O novo bispo escolheu um brasão azul que representa o firmamento celeste e o mando de Nossa Senhora significando justiça, serenidade, fortaleza e nobreza. O seu lema de pastor é: "discípulos missionarius redemptoris" - discípulo missionário do redentor - se refere ao chamado e ao envio missionário (Mc 3,14-15) explicitados no documento de Aparecida, cujo tema é ‘discípulos missionários de Jesus Cristo para que Nele nossos povos tenham vida'. O lema é também uma referência ao Santíssimo Redentor, titular da congregação dos missionários redentoristas à qual pertence.


Fonte: AMV – São Brás, Salvador