Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, março 28, 2013

Surubim X Gasolina

No médio rio Solimões, na altura de Coari, a pesca de peixes de couro é abundante.


Caboclos da região pescam a noite em pequenas canoas, de linhada na mão, piraíbas, jaús, douradas, cacharas entre outros que são genericamente chamados de “liso” ou “fera”. Comerciantes estabelecidos em casas flutuantes na beira do rio pagam pelo peixe tratado, sem cabeça e víceras, o dobro do preço do peixe vendido no “sangue”, bruto, do jeito que saiu da água. Nestes flutuantes, a lida do peixe é feita em cima de estrados de madeira em cima da água, como o que se vê na foto. A quantidade de piranhas que devoram os restos é tão grande que parece que a água esta fervendo ao lado dos homens que limpam os peixes.

“Para o patrão a cabeça sempre vai até a metade do peixe” diz um caboclo que vendeu uma piraíba no “sangue” de 40 kilos e levou para casa R$ 50,00 para pagar uma parcela da dívida com o regatão, o barco armazém dos interiores da Amazônia.

Quando a carga esta completa o comerciante leva o peixe para ser vendido em Leticia, cidade colombiana na divisa entre os dois paises. Com dinheiro da venda do peixe o barco é abastecido para a volta com óleo diesel e gasolina, que custa a metade do preço que é cobrado no Brasil. Na chegada o combustível é repassado para os postos da cidade e comercializado normalmente, sem nota fiscal. O comprovante na região é o recibo.

terça-feira, março 26, 2013

Rotta recebe visita de representantes dos municípios de Coari e Silves



Interessados em viabilizar a instalação de Comissões de Defesa do Consumidor nas respectivas Câmaras Municipais, vereadores dos municípios de Coari e Silves visitaram, na manhã desta terça-feira (26), o deputado estadual Marcos Rotta (PMDB).

Além de se reunirem com o líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC-Aleam), os representantes das duas cidades também tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura e o trabalho desenvolvido pela Comissão de Defesa do Consumidor (CDC-Aleam), cujo presidente é o deputado Rotta.

Durante reunião com os representantes municipais, Rotta explicou a necessidade dos municípios de um órgão de referência atuante na defesa do consumidor, uma vez que o Procon/AM, não tem estrutura para atender a todas as cidades do interior. “Louvo a iniciativa de vereadores que estão interessados em abraçar esta causa, pois isso significa que eles estão atentos às necessidades de suas respectivas cidades”, ressaltou Rotta Rotta.

Na avaliação do peemedebista, a instalação de uma comissão nas cidades do interior vai facilitar a vida dos moradores de cada área, uma vez que não terão mais de se deslocar até a capital para resolver problemas relacionados ao consumo. “A criação de comissões nos municípios do interior irá descentralizar as ações do Procon/AM e de outros órgãos de defesa do consumidor da capital amazonense”, completou.

Em companhia do prefeito de Silves, Francirossi de Oliveira, o presidente da Câmara Municipal, Nelci Oliveira, afirmou que a Casa Legislativa da cidade tem o maior interesse na instalação de uma Comissão de Defesa do Consumidor. “Estou reestruturando a casa, analisando o regimento interno e a lei orgânica. Por isso procurei o deputado Marcos Rotta, pois quero estar a par do que é necessário para instalar a comissão o quanto antes”, disse o parlamentar.

Procon municipal

Enquanto os representantes de Silves se organizam e projetam a viabilização de uma Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara Municipal, os vereadores do município de Coari já vislumbram, além da instalação da comissão, a criação de um Procon municipal na cidade.

“Viemos pedir apoio do deputado nesta empreitada. Isso porque nossa meta é viabilizar as duas instalações, tanto da comissão quanto do Procon municipal. Queremos trabalhar em conjunto, para que as ações sejam fortalecidas”, justificou o vereador Admar Maciel.

Para o presidente da Câmara de Coari, Antônio Adenilson, a expectativa é de que Coari torne-se referência no Estado, como a primeira cidade do Amazonas a ter um Procon municipal.

“Existe uma lei que obriga a instalação de Procons municipais em cada cidade de Manaus. E tenho certeza que o cumprimento desta lei em Coari será o pontapé para que outras cidades também cumpram a legislação. Quem ganha com isso é a população”, afirmou Rotta, ao acrescentar que o Procon/AM dá todo o suporte de treinamento e material para que a implantação do órgão municipal saia do papel.

Foto Coari: Rotta reunido com os vereadores de Coari Admar Maciel e Antônio Adenilson (ao centro)