Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, novembro 04, 2006

O que é bonito é para se ver

[::..SexyClube..::] :: Analice Nicolau :: :: Andrea Guerra :: :: Andrea e Jamile :: :: Andrea e Luanda :: :: Ana Paula Marques :: :: Fabiana Andrade :: :: Denise Secco :: :: Debora Grecco :: :: Daniela Freitas :: :: Cristina Mortágua :: :: Cátia Paganote :: :: Catia Carvalho :: :: Bruna Ferraz :: :: Barbara Koboldt :: :: Andreia Faria :: :: Mônica Nocete :: :: Milena Mascarenhas :: :: Mari Alexandre :: :: Lívia Andrade :: :: Kamila Alves :: :: Helena Louro BBB :: :: Francine Vico :: :: Fernanda Galan :: :: Fabiana Schunk :: :: Tatiane Biscesto :: :: Tatiana Giordano BBB :: :: Tarciana BBB :: :: Syang :: :: Solange Gomes :: :: Regininha Poltergeist :: :: Nana Gouvêia :: :: Tarciana :: :: Tammi :: :: Viviane Oliveira BBB :: :: Viviane Araújo :: :: Varias_Sexy :: :: Vanessa Ribeiro :: :: Vanessa Kiasy :: :: Valéria Souza :: :: Valéria Machado :: :: Thammy :: :: Xaiane ::
[::..Playboy..::] :: Babi :: :: Antonella BBB :: :: Dany Bananinha :: :: Deborah Secco :: :: Sabrina Sato BBB :: :: Sarah e Deise :: :: Scheila Carvalho :: :: Sheila Melo :: :: Syang :: :: Thaís Ventura BBB :: :: Time da Playboy :: :: Vanessa Menga :: :: Renata Banhara :: :: Viviane Bordin :: :: Mallandrinhas :: :: Manuela BBB :: :: Maryeva Gostosona :: :: Michelly Machri :: :: Mônica Carvalho :: :: Paula Melissa :: :: Outubro :: :: Proibida do Funk :: :: Regiane Alves :: :: Rose Anne :: :: Lívia Andrade :: :: Luciana Vendramini :: :: Lívia Lemos :: :: LL e NC :: :: Barbara Borge :: :: Luize Altenhofen :: :: Luma de Oliveira :: :: Dora Vergueiro :: :: Ellen Roche :: :: Franciely Freduzeski :: :: Garotas da Brahma :: :: Helô e Ticiane Pinheiro :: :: Hérica Sanfelite :: :: Janaína Santos :: :: Joana Prado :: :: Joseane BBB :: :: Juliana Paes :: :: Kelly Key :: :: Leka BBB ::

40 IDÉIAS PARA SUA SECRETÁRIA ELETRÔNICA

1. Depois do bip, você sabe o quefazer...
2. Provavelmente eu estou em casa. Apenas estou tentando evitar alguém que eu não gosto. Deixe uma mensagem. Se eu não chamar de volta é porque é você.

3. Alô, aqui do centro do universo. Deus falando. Se você deixar seu nome, telefone e prece depois do bip, Eu te telefonarei de volta assim que puder. Eu respondo todas as preces, mas algumas vezes a resposta é NÃO. Seja abençoado, meu filho, e tenha um bom dia.

4. Alô, aqui é a Morte. Não estou disponível agora, mas se você deixar seu nome e telefone, eu estarei logo, logo disponível para você...

5. Felicitações, você está em contato com a Sexto Sentido Detetives Associados. Nós sabemos quem você é e de onde você fala. Então, depois do bip, queira desligar.

6. Alô, eu estou em casa agora, apenas não consigo achar o telefone. Deixe uma mensagem e eu te telefono assim que encontrá-lo.

7. Eu não posso atender agora porque estou com amnésia e me sinto ridículo conversando com alguém que eu não me lembro o nome. Você poderia me ajudar dizendo o meu nome e alguma coisa sobre mim. Obrigado.

8. Isto não é uma secretária eletrônica. É um aparelho de detecção de pensamentos. Após o bip sonoro, queira pensar no seu nome, telefone e razão do telefonema e eu pensarei se retorno a chamada.

9. Você está ficando cansado. Suas pálpepras estao ficando pesadas... Você está perdendo gradualmente seu auto-controle e sua capacidade de resistir à sugestão. Quando você escutar o bip sonoro você sentirá uma vontade irresistível de dizer seu nome, telefone e uma mensagem...

10. Alô, eu sou a secretária eletrônica do João. Quem é você?

11. Alô, aqui é a tostadeira do João. A secretária eletrônica dele está no conserto. Deixe uma mensagem depois que a torrada estiver pronta.

12. Alô, aqui é o micro-ondas do João. A secretária eletrônica dele fugiu com o aparelho de som. Então eu estou pegando as mensagens. Se você quiser cozinhar algo enquanto deixa uma mensagem, é só colocar na frente do fone.

13. Alô, você está falando com uma máquina. Meus donos não estão precisando de uma enciclopédia, de uma nova janela ou de uma banheira. O carpete da sala está limpo e eles já fizeram doações de caridade este ano. Eles também não precisam tirar fotos para um álbum. Se você ainda está comigo, queira deixar seu nome e telefone e eles te telefonaram assim que possível.

14. Alô, aqui é o João. Se você está tentando falar comigo, você errou o número. Mas se você está tentando contactar o Jorge, a Marta ou a Cristina, por favor deixe seu nome e número após o bip. Não garanto que um deles irá retornar o telefonema, só garanto que eu não vou...

15. Alô, você está falando com a secretária eletrônica de João e Maria. Eles não estão em casa agora... Pelo menos eu penso que eles não estão.. (a voz se afastado fone) João??? Maria??? (a voz retorna) Não, eles não estão. Após o bip queira deixar sua mensagem.

16. (som de música alta ao fundo) Alô??? Espera um minuto enquanto eu desligo o som... (som de passos se afastando do telefone, o som é desligado. Passos retornando ao telefone) Oi, desculpa... Quem está falando... bem... quer dizer... sendo sincero, você está falando com uma máquina! Então queira deixar uma mensagem após o bip sonoro.

17. Estou escrevendo a tese definitiva. Gostaria que você dissesse como você se sente em relação às máquinas. Seja honesto. É para a posteridade.

18. Você tem 5 segundos para encontrar qualquer coisa para dizer após o bip...

19. Mooooo, a vaca. AuAuAuAuAu, o cachorro. Miau, Miau Miau, o gato. Cocoricó, ogalo. Oinc, oinc, oinco, o porco. Agora é sua vez...

20. Alô, você chamou você sabe quem. Eu não estou você sabe onde. Deixe uma mensagem depois do você sabe o que.

21. a mais grossa: - Alô, Não posso atender agora por que estou cagando. Deixe uma mensagem e eu te telefono depois de terminar de largar o barro...

22. Boa Noite, Bom dia. Durante minha ausência eu procuro mensagens engraçadas para minha secretária eletrônica. Deixe a sua após o bip sonoro.

23. e a mais curta: - depois do bip. obrigado.

24. Você ligou para o número que acabou de discar.

25. Alô, você sabe o resto.

26. Você ligou para o número certo, a pessoa certa, o lugar certo, mas na hora errada, deixe uma mensagem após o bip.

27. Eu não posso atender o telefone agora, então se, bem, realmente, eu posso atender agora, digo, estou no telefone agora, gravando esta mensagem, mas estou fazendo isso agora, enquanto você está ouvindo depois, com excessão de você eu acho que é agora, como, quando você estiver ouvindo isso..., digo, espere, meu Deus! Isso é tão confuso.

28. Oi, você está na secretária eletrônica do Fulano. Ele não está em casa neste momento, mas o que quer que você queira falar com ele, você pode me contar. Nós somos muito íntimos e repartimos todas as nossas experiências.

29. (mulher com voz de fone-sexo): Oi, meu nome é Linda. Você sabe, pode ser bem solitário quando você é uma modelo. Algumas vezes eu tenho que me virar... (você, interrompendo): Ah, chega Linda, me dá essa maldito telefone... (peça a mensagem).

30. (música do missão impossivel) Alô.. no momento não posso atender.. deixe seu recado após o sinal.. esta msg se auto destruirá em 5 segundos.. boa sorte.

31. (Missão impossível ao fundo)... você ligou para (o nº do telefone, é óbvio) e no momento é impossível falar com você. Por favor, deixe seu recado porque senão será impossível saber que você ligou. Esta mensagem se auto- destruirá em 3 segundos...

32. Você ligou para o número certo , porém na hora errada. Deixe seu apelo após o bip e vê se na próxima vez olha no relógio antes de ligar para minha casa!!!!

33. 1, 2, 3, 4, 5. Sinto muito, mas acabou o tempo para você deixar a sua mensagem. Obrigado. bip, bip, bip.

34. Favor deixar seu nome e telefone pois estou remetendo um longo fax para o Mandela. Assim que sair do banheiro te telefono...

35. Alô....(pausa 1s) Alô..... (pausa 3s) alooooooooô... (alto) ei tem alguém aí (pausa 3 s)? Aqui não.. então deixe seu recado após o bip.

36. Alô? Pera aí. Mãe, pode deixar que eu já atendi. Mãe, desliga essa extensão, eu já atendi. Ih, me lembrei, a minha mãe não está. Aliás, eu também não estou. Mas se você realmente quiser falar comigo, deixe o seu recado...

37. (Com voz arretada) Arô.. Aqui é o Josefino, o faxineiro, aqui num tem ninguém não... mas se ocê quisé falá com os patrão, espere o baruio e fale que os patrão dispois qui iscutá fala com ocê.

38. Só um minutinho..........(espera uns 15 segundos).......agora você pode deixar um recado, tinha ido ao banheiro, vida de secretária não é mole não!!!!!

39. Alô, aqui é tostadeira do Carlos. A secretária eletrônica foi dispensada porque deixaram cair um vidro de anti-concepcional nela, e ela não está mais reproduzindo. Favor deixar o recado após o pão ficar pronto.

40. Obrigado por ter doado 500 reais para a LBA. O valor virá descontado em sua próxima conta telefônica. Deus lhe pague.

POR UM FIO EM MP3


Em Por um fio, está de volta o narrador sensível e cuidadoso de Estação Carandiru, que, contando histórias reais, reflete sobre o impacto da perspectiva da morte no comportamento de pacientes e seus familiares. Drauzio Varella especializou-se em oncologia numa época em que o câncer era visto com tanto horror que nem sequer se pronunciava essa palavra - dizia-se "aquela doença" - e desde então convive cotidianamente com doentes graves. Em Por um fio, ele relata histórias que põem o leitor diante de questões delicadas, difíceis mesmo para quem lida com elas em sua rotina profissional. De um lado, a reação dos que se descobrem doentes, que vai da surpresa à revolta, do desespero ao silêncio e à aceitação. Do outro, a atitude dos parentes, que varia da dedicação incondicional à pura mesquinharia, da solidariedade ao abandono. E Drauzio conta ainda episódios surpreendentes de mudança de vida, como se a visão da morte fosse quase uma libertação, um divisor de águas que confere novo sentido ao porvir.
Se você é preguiçoso, não tem saco pra encarar um livro de verdade ou é analfabeto, esse audiolivro é perfeito pra você...
É só fazer o download, se recostar no sofá e ouvir.

POR UM FIO (MP3) - PARTE 1
POR UM FIO (MP3) - PARTE 2
POR UM FIO (MP3) - PARTE 3
POR UM FIO (MP3) - PARTE 4
POR UM FIO (MP3) - PARTE 5

O FILHO DA PUTA

O texto abaixo eu recebi por email já faz um tempo e não me lembro de quem. O texto é meio longo mas é de rolar de rir. Se você estiver sem saco para ler agora, imprima-o e leia depois.

Meu nome é Afonso Soares de Melo, e resolvi contar algo que se passou comigo: Estava sentado no meu escritório quando lembrei de uma chamada telefônica que tinha que fazer. Encontrei o número e disquei. Atendeu-me um cara mal humorado dizendo:

- Fale!!!
- Bom dia. Poderia falar com Andréa?

O cara do outro lado resmungou algo que não entendi e desligou na minha cara. Não podia acreditar que existia alguém tão grosso. Depois disso, procurei na minha agenda o número correto da Andréa e liguei. O problema era que eu tinha invertido os dois últimos dígitos do seu número.

Depois de falar com a Andréa, observei o número errado ainda anotado sobre a minha mesa. Decidi ligar de novo. Quando a mesma pessoa atendeu, falei:

- Você é um Filho da puta!!!

Desliguei imediatamente e anotei ao lado do número a expressão "Filho da puta" e deixei o papel sobre a minha agenda. Assim, quando estava nervoso com alguém, ou em um mau momento do dia, ligava prá ele, e quando atendia, lhe dizia "Você é um Filho da puta" e desligava sem esperar resposta. Isto me fazia sentir realmente muito melhor. Ocorre que a Telemar introduziu o novo serviço "bina" de identificação de chamadas, que me deixou preocupado e triste porque teria que deixar de ligar para o "Filho da puta". Então, tive uma idéia: disquei o seu número de telefone, ouvi a sua voz dizendo "Alô" e mudei de identidade:

- Boa tarde, estou ligando da área de vendas da Telemar, para saber se o senhor conhece o nosso serviço de identificador de chamadas "bina".
- Não estou interessado! - disse ele, e desligou na minha cara.

O cara era mesmo mal-educado. Rapidamente, disquei novamente:

- Alô?
- É por isso que você é um Filho da puta!!! - e desliguei.

Aqui vale até uma sugestão: se existe algo que realmente está lhe incomodando, você sempre pode fazer alguma coisa para se sentir melhor: simplesmente disque 0xx41-7643.6732 ou o número de algum outro Filho da puta que você conheça, e diga para ele o que ele realmente é.

Alguns dias depois, eu fui até o shopping, no centro da cidade, comprar umas camisas. Uma senhora estava demorando muito tempo para tirar o carro de uma vaga no estacionamento. Cheguei a pensar que nunca fosse sair. Finalmente seu carro começou a mover-se e a sair lentamente do seu espaço. Dadas às circunstâncias, decidi retroceder meu carro um pouco para dar à senhora todo o espaço que fosse necessário: "Grande!" pensei, "finalmente vai embora". Imediatamente, apareceu um Vectra preto vindo do outro lado do estacionamento e entrou de frente na vaga da senhora que eu estava esperando. Comecei a tocar a buzina e a gritar:

- Ei, amigo. Não pode fazer isso! Eu estava aqui primeiro!

O fulano do Vectra simplesmente desceu do carro, fechou a porta, ativou o alarme e caminhou no sentido do shopping, ignorando a minha presença, como se não estivesse ouvindo. Diante da sua atitude, pensei: "Esse cara é um grande Filho da puta! Com toda certeza tem uma grande quantidade de Filhos da puta neste mundo!". Foi aí que percebi que o cara tinha um aviso de "VENDE-SE" no vidro do Vectra. Então, anotei o seu número telefônico e procurei outra vaga para estacionar.

Depois de alguns dias, estava sentado no meu escritório e acabara de desligar o telefone - após ter discado o 0xx41-7643.6732 do meu velho amigo e dizer "Você é um Filho da puta" (agora já é muito fácil discar pois tenho o seu número na memória do telefone), quando vi o número que havia anotado do cara do Vectra preto e pensei: "Deveria ligar para esse cara também". E foi o que fiz. Depois de um par de toques alguém atendeu:

- Alô.
- Falo com o senhor que está vendendo um Vectra preto?
- Sim, é ele.
- Poderia me dizer onde posso ver o carro?
- Sim, e u moro na Rua XV, n° 527. É uma casa amarela e o Vectra está estacionado na frente.
- Qual e o seu nome?
- Meu nome e Eduardo Cerqueira Marques - diz o cara.
- Qual a hora é mais apropriada para encontrar com você, Eduardo?
- Pode me encontrar em casa à noite e nos finais de semana.
- É o seguinte Eduardo, posso te dizer uma coisa?
- Sim.
- Eduardo, você é um grande Filho da puta!!! - e desliguei o telefone.

Depois de desligar, coloquei o número do telefone do Eduardo (que parecia não ter "bina", pois não fui importunado depois que falei com ele) na memória do meu telefone. Agora eu tinha um problema: eram dois "Filhos da puta" para ligar. Após algumas ligações ao par de "Filhos da puta" e desligar-lhes, a coisa não era tão divertida como antes. Este problema me parecia muito sério e pensei em uma solução: em primeiro lugar, liguei para o "Filho da puta 1". O cara, mal-educado como sempre, atendeu:

- Alô - e então falei:
- Você é um Filho da puta - mas desta vez não desliguei. O "Filho da puta 1" diz:
- Ainda está aí, desgraçado?
- Siiimmmmmmmm, amorrrrrr!!! - respondi rindo.
- Pare de me ligar, seu filho da mãe - disse ele, irritadíssimo.
- Não paro nããão, Filho da putinha querido!!!
- Qual é o teu nome, lazarento? - berrou ele, descontrolado! Eu, com voz séria de quem também está bravo, respondi:
- Meu nome é Eduardo Cerqueira Marques, seu Filho da Puta. Porquê???
- Onde você mora, que eu vou aí te pegar, desgraçado? - gritou ele.
- Você acha que eu tenho medo de um Filho da puta? Eu moro na Rua XV, n°527, em uma casa amarela, e o meu Vectra preto está estacionado na frente, seu palhaço filho da puta. E agora, vai fazer o quê???? - gritei eu.
- Eu vou até aí agora mesmo, cara. É bom que comece a rezar, porque você já era. - rosnou ele.
- Uuiii! É mesmo? Que medo me dá, Filho da puta. Você é um bosta! E eu estou na porta da minha casa te esperando!!! - e de sliguei o telefone na cara dele. Imediatamente liguei para o "Filho da puta 2".
- Alô - disse ele.
- Olá, grande Filho da puta!!! - falei.
- Cara, se eu te encontrar vou...
- Vai o quê? O que você vai fazer??? Seu Filho da puta!
- Vou chutar a sua boca até não ficar nenhum dente, cara!!!
- Acha que eu tenho medo de você, Filho da puta? Vou te dar uma grande oportunidade de tentar chutar minha boca, pois estou indo para tua casa, seu Filho da puta!!! E depois de arrebentar sua cara, vou quebrar todos os vidros desta porcaria de Vectra que você tem. E reze pra eu não botar fogo nessa casa amarelinha de bicha. Se for homem, me
espera na porta em 5 minutos, seu Filho da puta!!! - e bati o telefone no gancho.

Logo, fiz outra ligação, desta vez para a polícia. Usando uma voz afetada e chorosa, falei que estava na Rua XV, n° 527, e que ia matar o meu namorado homossexual assim que ele chegasse em casa. Finalmente peguei o telefone e liguei o programa da CNT "Cadeia" do Alborguetti, para reportar que ia começar uma briga de um marido que ia voltando mais cedo para casa para pegar o amante da mulher que morava na Rua XV, n° 527. Depois de fazer isto, peguei o meu carro e fui para Rua XV, n° 527, para ver o espetáculo. Foi demais, observar um par de "Filhos da puta" chutando-se na frente da equipe de reportagem, até a chegada da viatura da polícia, que levou os dois algemados e arrebentados para a delegacia. Moral da história? - Não tem moral nenhuma! Foi de sacanagem mesmo...

E vê se atende ao telefone educadamente, pois posso ser eu ligando para você por engano...

terça-feira, outubro 31, 2006

Hacker faz caixa eletrônico dar quatro vezes mais dinheiro

Um hacker da Virginia digitou um código secreto e programou um caixa eletrônico para dar quatro vezes mais dinheiro do que o solicitado. Ele fez o seu saque e deixou a máquina programada para dobrar os saques futuros também. A máquina deu dinheiro durante nove dias, até que finalmente uma pessoa honesta apareceu e avisou ao banco. O vídeo da matéria da CNN, com a imagem do hacker, você vê clicando no link. Fosse em Brasília, o banco iria à falência...

segunda-feira, outubro 30, 2006

Coisas Boas - Essa Tia Net é fogo

.... aff até que enfim