Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, junho 01, 2007

Descubra se voce foi excluido ou bloqueado no MSN

Em muitos lugares tem mensagens de programas que prometem descobrir se voce foi bloqueado ou excluido da lista de algum amigo no MSN. A maioria deles sao virus ou spywares e acabam prejudicando seu computador.

Pelo proprio MSN existe uma maneira de voce descobrir se voce foi bloqueado ou excluido da lista de alguem.

Siga o seguinte procedimento:

1. Entre no seu MSN

2. Clique em Ferramentas, e a depois em Opcoes (veja imagem abaixo)
http://www.orkut.com/AlbumZoom.aspx?uid=9851270555934205999&pid=2

3. Clique na aba Privacidade

4. Serao mostrados os contatos permitidos e os bloqueados, clique sobre o nick da pessoa que deseja consultar com o botao direito do mouse

5. Serao mostradas tres opcoes: Adicionar a Contatos, Mover para a lista de bloqueados e Excluir

Se a opcao Excluir estiver habilitada, entao voce foi excluido ou bloqueado pela pessoa. (veja imagem abaixo)
http://www.orkut.com/AlbumZoom.aspx?uid=9851270555934205999&pid=4


Se a opcao estiver desativada, significa que a pessoa NaO te bloqueou e nem te excluiu da lista dela. (veja imagem abaixo)
http://www.orkut.com/AlbumZoom.aspx?uid=9851270555934205999&pid=5

Coari ganha unidade da farmácia popular do Brasil

Manaus - O Ministério da Saúde inaugurou na tarde desta quinta-feira (24), a primeira unidade do programa Farmácia Popular do Brasil de Coari, no Amazonas. A nova unidade, localizada à Estrada Coari-Mamia, s/nº, bairro Espírito Santo, está preparada para atender aproximadamente 84 mil habitantes do município.
Com a inauguração, o estado do Amazonas passa a ter nove unidades em funcionamento. A meta do Ministério da Saúde é de que duas novas unidades, já habilitadas mas ainda não inauguradas, estejam em pleno funcionamento até o final do ano no estado.
No Brasil, as farmácias populares funcionam das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h, aos sábados. Seguindo o padrão do programa, esses estabelecimentos são equipados com aparelho de televisão e vídeo/DVD para a exibição de campanhas do Ministério da Saúde.

Todas as unidades têm estrutura adaptada à realidade regional, além de farmacêuticos e funcionários qualificados para orientar o usuário sobre os cuidados com a saúde e o uso correto dos medicamentos.
Acesso

Para ter acesso aos medicamentos, basta o interessado se dirigir à farmácia popular com receita médica ou odontológica. Não há necessidade de o usuário passar por qualquer procedimento burocrático.
As farmácias populares contam com, no mínimo, 95 itens de medicamentos correspondentes a 2 mil unidades ou apresentações comerciais, entre frascos, cartelas, bisnagas, injetáveis e preservativos masculinos. Por meio da Fiocruz, os medicamentos são adquiridos em laboratórios públicos e privados do país. Dessa forma, é possível reduzir, em média, até 90% no preço dos produtos e nas despesas dos usuários com aquisição de medicamentos.
Os dez medicamentos mais procurados nas farmácias populares são sinvastatina (redutor de colesterol), omeprazol (contra gastrite), captopril (para hipertensão), atenolol (para hipertensão), enalapril (para hipertensão), ácido acetil-salicílico (analgésico e coadjuvante no tratamento da hipertensão), metformina (contra diabetes), ranitidina (contra gastrite), nifedipina e mononitrato de isossorbida (para o tratamento de doenças cardiovasculares). Há casos em que o medicamento pode ser adquirido nas farmácias populares por um preço seis vezes menor que o praticado pelo mercado.

quinta-feira, maio 31, 2007

Lojas Ultra Móveis chegam a Coari


Manaus - O Grupo Vitor Souza, que administra o conglomerado de 18 lojas do segmento de móveis e decoração, instalou uma unidade da Ultra Móveis no município de Coari, a 368 quilômetros de Manaus. De acordo com o gerente de marketing do grupo, Henrique Pizzato, as vendas na capital do gás natural estão indo acima do esperado. “Coari é uma cidade em plena expansão e com um imenso potencial para ser explorado”, destaca, sem citar números.

Segundo ele, o sucesso da Ultra Móveis Coari é um reflexo da solidez do grupo e da credibilidade conquistada junto aos clientes. Quanto à expansão para outros municípios, o gerente revela ainda não haver na empresa um plano diretivo nesse sentido, mas também não descarta a possibilidade. “A partir do momento em que se cria uma estrutura de logística segura e eficiente, capaz de garantir rapidez na entrega e de poder fornecer com a mesma qualidade com que atende na capital, pode-se ir aonde quiser”, reforça.

A Ultra Móveis atua no setor varejista de venda de móveis, oferecendo também eletroeletrônicos e eletrodomésticos, no estilo mais popular. “Além da vantagem de podermos atender a todos os níveis de classe, em várias lojas, oferecendo produtos de qualidade a preços compatíveis, nosso diferencial está no serviço que prestamos e que está pautado em três fatores: rapidez na entrega, atendimento de primeira e o menor preço do mercado”, destaca o gerente de Marketing do grupo.

Além da Ultra Móveis, o Grupo Vitor Souza é formado pelas lojas Stokcasa, MSCASA, Florense, MSCASA Office e MSCASA Garden. A Ultra Móveis Coari está localizada na rua Gonçalves Ledo, em pleno centro da cidade.

quarta-feira, maio 30, 2007

Batido o recorde de velocidade da internet

Um grupo de pesquisadores guiados pela Universidade de Tóquio quebrou o recorde de velocidade na Internet por duas vezes em dois dias. Operadores da rede Internet2 de alta velocidade anunciaram na terça-feira que no dia 30 de dezembro enviaram dados a uma velocidade de 7,67 gigabits por segundo utilizando protocolos padrão.

Um dia depois, o recorde foi quebrado novamente. O time transferiu dados a 9,08 Gb/s a uma distância de 32 mil Km. Provavelmente este é o recorde final, já que as regras determinam que para um novo recorde é necessário uma melhoria de 10% sobre o número anterior, valor acima do limite teórico de 10 Gb/s da Internet2.

O time utilizou um sistema de endereçamento chamado IPv6 para quebrar o recorde de dezembro. Os dados saíram de Tóquio e foram para Chicago, Amsterdã e Seattle antes de voltar ao Japão. O recorde anterior era de 6,96 Gb/s em novembro de 2005.

Recordes utilizando o IPv4 estão em outra categoria e atualmente o mais rápido que foi conseguido é 8,8 Gb/s em fevereiro de 2006.

O grupo que controla a Internet2 está planejando criar uma rede com 100 Gb/s.
Eu queria te uma dessa pra mim!!!

Visita ao Cigs (Centro de Instrução de Guerra na Selva) - Manaus













Calypso canta BREGAFÓ!!!

terça-feira, maio 29, 2007

Saiba quem te bloqueou no msn !




Sempre que estamos conversando com alguém e a pessoa fica offline do nada pensamos o seguinte, será que ela nos bloqueou ou simplesmente caiu a sua conexão ? Pois bem .. com este programa que coloca a disposição de todos para download ninguem vai ter mais essa dúvida !
Descubra quem te bloqueou no msn - programa com menos de 1 Mb !!!


domingo, maio 27, 2007

CURSINHO DE "INGRÊIS"

Você acha inglês fácil? Então leia essas frases abaixo:
1. Módulo básico Three witches watch three Swatch watches. Which witch watch which Swatch watch?
Três bruxas observam três relógios Swatch. Qual bruxa observa qual relógio?
2. Módulo intermediário Three switched witches watch three Swatch watch switches. Which switched wich watch which Swatch watch switch?
Três bruxas transexuais observam os botões de três relógios Swatch. Que bruxa transexuais observa os botões de que relógio Swatch?
3. Módulo avançado Three Swedish switched witches watch three Swiss Swatch watch switches. Which Swedish switched witch watch which Swiss Swatch watch switch?
Três bruxas suecas transexuais observam os botões de três relógios Swatch suíços. Que bruxa sueca transexual observa que botão de que relógio Swatch suíço?

A vingança do tio da Sukita

TCU indica fraude em obra da Gautama na base petrolífera de Urucu, em Coari

Mais uma obra da Construtora Gautama no Amazonas é investigada por apresentar irregularidades em sua execução. Trata-se da reforma de vias e da pista de pouso da Província Petrolífera de Urucu, em Coari (363 quilômetros de Manaus), onde é produzido o gás natural que será distribuído pelo Gasoduto Coari-Manaus. Um processo contra a empresa tramita no Tribunal de Contas da União (TCU), questionando a aplicação dos R$ 37 milhões da obra, em contrato firmado com a Petrobras. A Construtora Gautama está no cerne da ‘Operação Navalha’, da Polícia Federal (PF), que desarticulou um esquema de fraude em licitações públicas.

Segundo o TCU, nas obras de Urucu, a Gautama lucrava com o uso de materiais mais baratos que os previstos e com falhas na fiscalização das obras. A construtora utilizava nas vias e na pista do aeroporto material de qualidade inferior aos apresentados no projeto básico que ganhou a licitação. O TCU questionou também a empresa contratada para fazer a fiscalização da execução da Obra, a Engevix. Um dos representantes dessa empresa é Sérgio Sá, conhecido lobista que foi preso pela PF sob suspeita de agir em favor do esquema de corrupção investigado na Operação Navalha.

Outros problemas apontados pelo Tribunal de Contas são relativos ao texto da carta-convite da licitação, que abria margem para que a contratada gastasse mais que o previsto no projeto inicial, por meio de aditivos. Em seu voto da última decisão, datada de abril, o ministro Ubiratan Aguiar, do TCU, pediu que a Petrobras sanasse os problemas. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a Petrobras negou irregularidades na contratação da Gautama e da Engevix e informou que já havia sanado as irregularidades na utilização de material não adequado. O DIÁRIO tentou entrar em contato com a representação da Petrobras no Amazonas, a Unidade de Negócios de Exploração e Produção da Bacia do Solimões (UNBSol), para falar a respeito, mas não obteve êxito.

Segundo a Folha, o contrato entre Gautama e Petrobrs ainda não está sendo investigado pela PF, mas é referente à obra a que Zuleido Veras, dono da Gautama, se refere em conversa com o deputado federal Paulo Magalhães (DEM-BA), gravada pela PF. O empresário pediu, no dia 4 de abril deste ano, quando o processo seria votado, que o deputado intercedesse junto a Aguiar em favor de sua empresa. Outro ministro, Augusto Nardes, acabou pedindo vistas dos autos e adiando a votação, que ainda não ocorreu.

A outra obra da Gautama no Amazonas com irregularidades identificadas pelo TCU é a rodovia BR-319. A empresa já recebeu R$ 100 milhões para fazer um trecho de 204 quilômetros, mas apenas 25 quilômetros estão prontos.