Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, outubro 22, 2011

Câmara Municipal de Coari quer saída de prefeito Arnaldo Mitouso

Vereadores foram ao Ministério Público do Amazonas pedir uma ação pelo afastamento de Arnaldo Mitouso.
  Para o prefeito, o pedido de afastamento mostra que o presidente da Casa, Iran Medeiros, “quer virar prefeito na marra”.

Manaus - A Câmara Municipal de Coari solicitou, nesta sexta-feira (21), que o Ministério Público do Estado (MP-AM) peça na Justiça o afastamento do prefeito do município, Arnaldo Mitouso (PMN). Segundo o presidente da Câmara, vereador Iran Medeiros (DEM), a ação é motivada pelos seguidos atrasos no pagamento do repasse da Casa. A medida revela um ‘racha’ entre a Câmara e o prefeito.

“A Prefeitura não tem data certa para fazer os pagamentos. Só faz por força judicial”, disse. A Câmara de Coari tem direito a 7% do orçamento do município. O repasse do duodécimo de setembro, no valor de R$ 534 mil, conforme Medeiros, ainda não foi efetuado.

Segundo o procurador da Câmara, Elton Rodrigues, os atrasos ficaram mais frequentes quando os vereadores passaram a criticar o prefeito.

Arnaldo Mitouso define a ação da Câmara como infundada, pois, segundo ele, o pagamento foi feito no último dia 20. Mas Mitouso diz que os vereadores ainda não receberam o dinheiro “devido a um problema no banco”.

Para o prefeito, o pedido de afastamento mostra que o presidente da Casa, Iran Medeiros, “quer virar prefeito na marra”.

Fonte:  d24am.com

quarta-feira, outubro 19, 2011

Aeroporto de Coari corre risco de nova interdição pela ANAC

A Prefeitura de Coari, município a 363 quilômetros de Manaus, tem até sexta-feira (21) para encaminhar o projeto de adequação do aeródromo do município às exigências da resolução 115 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Caso o relatório não seja enviado a tempo, o aeroporto deve ser mais uma vez fechado.

O prefeito do município, Arnaldo Mitouso, esteve ontem em Manaus para apresentar os resultados parciais de adequação do município em conformidade com a resolução de segurança da Anac.

Os representantes do órgão ouviram as explicações do prefeito, mas isso ainda não garante que o aeroporto continue em funcionamento.

Segundo Mitouso, a prefeitura já realizou algumas melhorias, como a limpeza do entorno da área e colocação de novo asfalto em parte da pista rachada. Porém, essas medidas ainda não contemplam as principais exigências da Anac.

“A possibilidade (do aeroporto ser fechado) existe, mas não sei dizer se o que estamos fazendo é suficiente para que ele não seja interditado de novo”, analisou o prefeito.

Fonte: Em Tempo