Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, março 14, 2008

A TÉCNICA DE COMBINAÇÃO DE SIGNOS


Um dos meus assuntos preferidos é, para a maioria dos meus amigos, uma tremenda sopa de abobrinha: a influência dos astros no ser humano. Mas acredite: o signo solar das pessoas mais próximas pode explicar inúmeros aspectos ligados a personalidade!

Quem conhece esse meu lado "Walter Mercado" normalmente faz perguntas relacionadas a compatibilidade entre signos - se Touro e Aquário dá certo, por exemplo. Para levar em conta um caso por vez, seria necessário verificar, no mínimo, alguns aspectos entre outros planetas, luas e ascendentes dos envolvidos, variáveis que podem até acabar com uma impressão inicial de que a combinação não funciona. Sem falar que, como diria o poeta, o amor tudo pode!

Diante dessas ressalvas, hora de brincar. Utilizando a técnica básica e rudimentar abaixo, confira a relação entre o seu signo e os outros onze. Não dá pra chamar de "termômetro", é como usar a própria mão para saber se alguém está com febre. Em linhas gerais, porém, funciona. Vamos lá?

A ilustração ao lado dispõe os doze signos do zodíaco, na ordem que todos conhecem. Utilize-a como guia da seguinte forma: localize o seu signo e escreva (ou mentalize) o número 1 (um) nele. Vá escrevendo (ou mentalizando) um número em cada casa, em ordem crescente, até chegar a 12.

No exemplo que vamos seguir a partir de agora, levei em conta o meu signo, o racional e teimoso Touro. Veja abaixo como ficou!

Feito isso, hora de conferir as compatibilidades. A começar com o próprio número 1. Pessoas do mesmo signo não demoram para descobrir suas infinitas afinidades. Tem tudo pra ser uma combinação perfeita, com um único porém: tanto as qualidades quanto os defeitos do outro crescem diante dos seus olhos... Cuidado com exageros.

Se o signo do outro estiver nos vizinhos 2 ou 12, prepare-se para alguns atritos. Mas apesar da incompatibilidade, um pouco de paciência faz com que um encare a relação como uma necessidade de aprendizado. O outro deve usar a mesma paciência para tolerar as divergências. No meu caso, teria que ter cuidado com o audaz e agitado Áries, além do comunicativo (e por vezes dissimulado) Gêmeos.

Comemore se você estiver de olho em alguém cujo signo cair nos números 3 ou 11. Independente do tipo de relacionamento - namoro ou amizade, a tendência é que exista um forte laço de confiança, além de uma fluência incrível na comunicação. Tem tudo para ser algo duradouro. Taurinos como eu ficam felizes diante dos sensíveis e sonhadores nativos de Peixes, ou dos românticos (porém rancorosos) cancerianos.

Agora, se a vítima for alguém nas casas 4 e 10, lamento desapontá-lo. Invariavelmente, você vai encontrar todo tipo de conflito e tensão. Idéias e estilos de vida incompatíveis contribuem para a sensação de que tudo vai dar errado - salvo alguma harmonia entre luas e ascendentes, como ressaltei acima. Por via das dúvidas, prefiro evitar os arrogantes e pomposos de Leão, além do excêntrico e independente Aquário.

Felizmente, na maioria dos casos, a situação é positiva. Se a combinação for com alguém que esteja no 5 ou no 9, melhor ainda! Por serem dos mesmos elementos (fogo, terra, água ou ar), a empatia culmina facilmente com uma plenitude formidável, além de uma forte compreensão entre si. Logo, taurinos preferem os perfeccionistas (porém fiéis) virginianos ou os trabalhadores e determinados seres de Capricórnio.

Caso você se depare com pessoas do signo em 6 ou 8, respire fundo: vocês vivem em ritmos totalmente diferentes, o que pode provocar alguns problemas de comunicação. Mas apesar disso, normalmente ocorre um fascínio inexplicável e uma atração surpreendente. Se tudo der certo, poderá se transformar em um relacionamento onde um protege e ajuda o outro. Logo, preciso ficar mais atento diante das indecisas e diplomáticas nativas de Libra, ou mesmo das aventureiras e descompromissadas sagitarianas.


Por fim, o 7. Ah, o sete... Tudo que você precisa saber é que todas as qualidades e traços de personalidade que faltam em você, estão na outra pesssoa. E vice-versa. Na matemática, assim como na vida, os opostos se atraem inevitavelmente. E o resultado nunca é morno. Ainda mais se tomarmos como exemplo a explosiva relação entre Touro e o misterioso, perspicaz e maravilhoso - ops, apaixonante signo de Escorpião.

Antes do fim, reitero que essa é uma sequência de regrinhas básicas e um tanto imprecisas. Use como referência, mas não tome decisões precipitadas: outras variáveis podem perfeitamente interferir no destino - se minha mãe, libriana, tivesse lido esse post, jamais teria casado com meu pai, capricorniano. E não seriam felizes há quase trinta anos...

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: