Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, julho 23, 2012

Dez candidatos a prefeito no Amazonas estão nas listas de 'fichas sujas' do TCU e TCE

Daniel Jordano

Mesmo correndo o risco de terem o registro cassado, os candidatos na lista dos “fichas sujas” pretendem gastar na campanha, juntos, o equivalente a R$ 9,5 milhões.


Manaus - Dez candidatos a prefeito em municípios no interior do Estado do Amazonas que solicitaram o registro de candidatura estão nas listas do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Tribunal de Contas da União (TCU) de políticos com problemas na prestação de contas, o que os tornam inelegíveis. Mesmo correndo o risco de terem o registro cassado, os candidatos na lista dos “fichas sujas” pretendem gastar na campanha, juntos, o equivalente a R$ 9,5 milhões.

Dos dez candidatos, três estão tanto na lista do TCU quanto na do TCE: Adail Pinheiro (PRP), candidato em Coari; José Ribamar Beleza (PMDB), que concorre à reeleição em Barcelos, e Joel Lima (PMDB), candidato em Tabatinga.

No TCE os três foram incluídos por terem as contas julgadas irregulares. No TCU Adail foi parar na lista de inelegíveis devido a dois processos, um deles pelo não cumprimento do Convênio 111/2001 com o Ministério do Meio Ambiente.

Beleza teve o nome incluído na lista do TCU por conta de quatro processos, um por aplicação irregular de recursos do Convênio 3.368/2002, com a Fundação Nacional de Saúde (FNS). No caso de Joel Lima o TCU o colocou na lista de possíveis inelegíveis por conta do desvio de finalidade dos recursos repassados a fundo perdido para atendimento básico de saúde dos povos indígenas.

Além disso, Joel foi condenado em outro processo, por “omissão em não prestar contas e consequente não comprovação da boa e regular aplicação dos recursos” do Convênio 074/2004, firmado entre a Prefeitura de Tabatinga e o Ministério da Defesa, referente ao Programa Calha Norte.

O objetivo do convênio era custear as instalações elétricas do estádio de futebol da cidade. O valor do débito, segundo o TCU, era de R$ 300 mil.

Fonte: www.d24am.com

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: