Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, junho 16, 2007

Direção do Cefet reivindica terreno para construir centro

Publicação JC


Preocupado com a demora na entrega de uma área para construção da escola técnica em Coari, por parte da prefeitura daquele município, o diretor-geral do Cefet-AM (Centro de Educação Federal Tecnológica), João Dias, procurou o apoio do líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Sinésio Campos (PT), que obteve posicionamento do prefeito Adail Pinheiro de que o terreno será entregue terraplenado, em 15 dias, em condições de iniciar a obra.

O terreno é uma contrapartida de Coari, um dos seis contemplados pelo pacote do governo federal que apóia o ensino técnico em vários municípios brasileiros.
João Dias contou que está sendo pressionado pela construtora, contratada para realizar a obra, levando em conta que a mesma faz parte do pacote do governo federal criado em 2006. “A unidade de Coari já deveria estar pronta, infelizmente, por causa das intempéries do clima não foi resolvido”, disse o diretor do Cefet-AM, acrescentado que as aulas estão funcionando num prédio provisório, cedido pelo Sesc (Serviço Social do Comércio) de Coari, com os cursos de edificações e informática.

As escolas técnicas fazem parte de um pacote criado pelo governo Lula para expansão do ensino técnico em vários municípios brasileiros. O Amazonas foi contemplado com seis unidades descentralizadas –escolas federais que irão ministrar ensino técnico industrial e agroindustrial– que serão construídas nos municípios de Coari, em 2006.
No segundo pacote, em 2007, Lábrea, Tabatinga, Parintins, Presidente Figueiredo e Maués.

“Estamos esperando que os prefeitos se mobilizem no sentido de liberar as respectivas áreas para iniciarmos as obras”, disse João Dias, ressaltando que já estão sendo realizadas audiências públicas para saber a vocação desses municípios.
Após serem entregues os respectivos terrenos, João Dias afirmou que as obras das unidades descentralizadas ficarão prontas em seis meses. A intenção, no caso de Coari, onde já estão funcionando dois cursos, é ampliar a oferta de vagas ainda neste ano.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: