Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, março 18, 2008

COMO CONVIVER COM UM CHEFE ESCROTO SEM PRECISAR PUXAR SACO

9 dicas valiosas para você "amansar a fera" sem precisar puxar saco.

Peça uma descrição de suas tarefas e metas, por escrito
Uma descrição clara de suas tarefas e metas deixa claro para ambos qual sua função dentro da equipe, bem como os limites da sua responsabilidade. Se o seu chefe é incompetente, é muito provável que ele não saiba precisamente qual o objetivo dos cargos de seus subordinados. Então faça um favor a todos: escreva você mesmo uma descrição do seu cargo e de seus objetivos, de acordo com sua percepção, e convide-o para ajustar os detalhes.

Entenda com que tipo de pessoa está lidando
Por imposição da hierarquia, você vai ter que se adaptar a ele. Ele é detalhista? Ofereça relatórios minuciosos. É mais diletante ou valoriza a criatividade? Jogue a ele duas ou três idéias por dia, mesmo que seja para ele encontrar defeitos. Em suma, dedique um pouco de tempo a analisar os pontos fortes e fracos dele, assim você pode evitar irritações por detalhes irrelevantes, ou causar uma surpresa positiva.

Conheça as principais preocupações do seu chefe
Conhecer as prioridades do seu superior imediato ajuda a canalizar os seus próprios esforços, e evita que você empreenda uma grande quantidade de tempo e energia em uma tarefa que para ele é simplesmente irrelevante.

Veja as fraquezas do chefe como oportunidades
É provável que haja algum aspecto do ‘trabalho de chefe’ que ele simplesmente detesta. Ao invés de ficar se divertindo enquanto ele se atrapalha com atendimento ao fornecedor ou gerenciamento de reuniões, veja se você próprio não é habilidoso em um destes aspectos, e ofereça-se para ajudar. Além de melhorar o clima do ambiente e deixar o chefe feliz, sempre há o chefe do chefe que pode perceber sua atuação proativa.

Foque as necessidades da equipe
Atuar proativamente e ajudar o chefe a remediar suas próprias deficiências funciona como uma alavanca para o sucesso da equipe. Se a equipe vai bem, você será diretamente beneficiado, e provavelmente receberá suporte para atingir suas próprias metas.

Veja o lado bom
Por pior que seja o seu chefe , é humanamente impossível que ele seja 100% deplorável. Descobrir pontos positivos e valorizá-los no relacionamento profissional ajuda a superar as demais deficiências. E, novamente, por pior que seu chefe seja, ele será melhor se gostar de você.

Organize as prioridades
Sempre que seu chefe começar a lhe sobrecarregar de trabalho, tenha em mãos o seu check-list, com uma estimativa de horas por tarefa. Isso ajudará muito quando for argumentar que adoraria receber a nova tarefa X, mas isso exigiria que a tarefa Y ficasse para a próxima semana. É uma forma educada de dizer não, e ainda valorizar as prioridades dele, que sabe a tarefa Y é para ontem. Além disso, tenha uma noção clara da importância de cada tarefa. Dê notas de 1 a 5, e somente chegue às tarefas notas-2 quando todas as 5 estiverem completas. Isso faz com que você realize o trabalho que realmente importa.

Dê feedbacks periódicos
Não importa se ele pediu ou não, ao menos uma vez por semana, sente-se à mesa do seu chefe e apresente uma listagem do que realizou, quais foram as dificuldades encontradas, e quais as soluções que você elegeu. Isso ajuda a reorganizar suas prioridades, corrigir estratégias de execução (já que você está fazendo quase tudo sozinho) e, pasme, auxilia seu chefe a fazer o trabalho dele, mesmo contra a própria vontade.

Não deixe a antipatia pessoal vencer
Todos nós temos preferências e distinções de afeto entre as pessoas, mas no ambiente de trabalho boa parte do seu sucesso depende da variedade de tipos psicológicos com que você consegue ter um bom relacionamento. Se necessário, leia um pouco mais sobre psicologia e empatia pessoal. Você não precisa amar o seu chefe, mas um bom primeiro passo é fazer com que ele não lhe odeie.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: