Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

domingo, agosto 03, 2008

Fundadores da Microsoft 30 anos depois

Esta é a famosa foto que fizeram os onze primeiros funcionários da Microsoft em 1978. Veja o que aconteceu a eles, 30 anos depois, seguindo a ordem da foto.




Linha superior:

Steve Wood: Este programador, trabalhador número seis da Microsoft, foi o primeiro a abandonar a companhia, retirando-se em 1980 junto com sua mulher Marla Wood (a terceira da fila inferior). Converteu-se em um homem de negócios, permanecendo sempre no setor tecnológico. Atualmente é presidente da Dategrity Corporation, e conta com uma fortuna avaliada em pouco mais de 15 milhões de dólares.
Bob Wallace: Foi designer e diretor de produção da Microsoft durante seus primeiros anos de vida, e um dos primeiros em pôr em prática o costume de lançar versões gratuitas de programas com data de vencimento, para que os usuários pudessem usá-las um determinado tempo, conhecido como o termo shareware. Defensor usuário de drogas psicodélicas, abandonou a companhia em 1983 e morreu de pneumonia em 2002. Deixou uma fortuna de cinco milhões de dólares a seus herdeiros.
Jim Lane: Permaneceu como chefe de projeto da Microsoft até 1985, sendo um dos principais encarregados de entabular a aliança com a Intel para a fabricação de microprocessadores. Atualmente dedica-se por sua conta ao negócio de software com sua própria companhia de programação e consultoria. Tem um patrimônio avaliado em 20 milhões de dólares. É bastante reservado que nem sequer conseguimos encontrar uma foto sua recente.

Linha central:

Bob O'Rear: O funcionário número sete da Microsoft contava com um currículo invejável quando se uniu à companhia: títulos avançados em Matemática e Astrofísica e um dos responsáveis pelo controle da primeira viagem à Lua. Antes de abandonar a companhia nos finais de 1983, converteu-se num dos principais impulsores do sistema operacional MS-DOS. Atualmente dirige um grande rancho de gado no Texas, ainda que também presta serviços de consultoria em várias empresas de alta tecnologia. Sua fortuna passa dos 100 milhões de dólares.

Bob Greenberg
: Sim, tinha muito "Bob" dentro da Microsoft em 1978. Greenberg permaneceu como programador até 1981, para passar depois, acreditem, ao desenho de bonecas de pano que fizeram muito sucesso na "gringolândia" durante os anos oitenta. Na atualidade segue vinculado ao software, mas aplicado aos campos de golf. Juntou uma fortuna calculada em 20 milhões de dólares e também não gosta de deixar-se fotografar.
Marc McDonald: O primeiro funcionário contratado pela Microsoft. Foi um dos criadores do primeiro sistema de arquivos para Windows (FAT12) e em 1984 abandonou a companhia para voltar depois em 2000, quando a Microsoft comprou a empresa para a qual trabalhava: Design Intelligence. Apesar de possuir o crachá número 1 da empresa, é o que menos patrimônio conseguiu: um milhão de dólares.
Gordon Letwin: Entre outros projetos, este programador trabalhou no fracassado sistema operacional OS/2. Foi um dos que mais tempo ficou na Microsoft: abandonou-a em 1993 para dedicar mais tempo a sua família e converter-se num filantropo, fazendo doações para projetos ligados a meio ambiente. Mesmo assim, ainda tem uma fortuna de 20 milhões de dólares. Mais um não afeito a fotografias pessoais.

Linha inferior:

Bill Gates: Sem muito a acrescentar sobre um visionário de seu tempo que por méritos próprios se tornou um dos homens mais ricos do planeta. Assim como também, o maior filantropo do mundo.
Andrea Lewis: Outra que saiu em 1983, após trabalhar como escritora técnica e passar ao mundo do jornalismo e a literatura. Sua fortuna é de dois milhões de dólares. Não encontramos nenhuma foto sua atual.

Marla Wood: Auxiliar administrativo e contábil da Microsoft até 1980, após liderar uma disputa com a companhia por discriminação sexual, e depois da qual renunciaram tanto ela como seu marido Steve Wood. O casal, os primeiros em abandonar a Microsoft, conta com um patrimônio de 15 milhões de dólares.
Paul Allen: Co-fundador da Microsoft junto com Gates, teve que sair da companhia em 1983 para superar um câncer linfático. Voltou em 1990 para trabalhar como diretor e novamente saiu em 2000 mas permanece como conselheiro senior de estratégia. Comprou as equipes esportivas do Portland Trail Blazers de basquete e Seattle SeaHawks de futebol americano. É grande filantropo, entusiasta espacial e um abonado a todas as classificações dos homens mais ricos do mundo: sua fortuna é de 18 bilhões de dólares.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: