Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, março 25, 2011

Projeto para Internet mais rápida no interior ganha força

 

O pro­jeto orçado em R$ 20 mil­hões para conectar os mu­nicí­pios de Coari, Anamã, Anori, Co­dajás, Caapi­ranga, Manaca­puru e Iran­duba ao cabo de fibra ótica in­sta­lado no ga­so­duto Coari-Manaus, ganhou força com o apoio do Min­istério da Ciência e Tec­nologia e da Tele­brás, em­presa que vai ad­min­is­trar a fibra ótica da Petro­brás. A in­for­mação é do con­sultor téc­nico da Em­presa de Pro­ces­sa­mento de Dados do Ama­zonas (PRODAM), Aristóbulo Araújo An­gelim, que fez parte da comi­tiva de rep­re­sen­tantes do Gov­erno do Ama­zonas que ap­re­sentou o pro­jeto, em Brasília, nos dias 22 e 23 de março, pas­sados. “A Tele­brás acolheu a nossa pro­posta e defin­imos como próximo passo, uma re­união em Manaus, no dia 29 de março, para ini­cia­rmos o de­tal­hamento da im­plan­tação do pro­jeto”, afirma An­gelim. A re­união será re­al­izada na sede da Sec­re­taria  de Es­tado de Ciência e Tec­nologia (Sect), com a pre­sença de rep­re­sen­tantes do Gov­erno do Es­tado, da Tele­brás, Petro­brás e do Min­istério das Co­mu­ni­cações.

A pro­posta para acel­erar a In­ternet no in­te­rior do Es­tado, uti­lizando a fibra ótica in­sta­lada no ga­so­duto Coari-Manaus, está sendo elab­o­rada pela Sect, em parceria com a PRODAM, e pre­tende prover os ativos de conexão de rede de até 10Gbps nos mu­nicí­pios que estão no trecho do ga­so­duto.
 
Outras pro­postas
Além da fibra ótica da Petro­brás, o pro­jeto do gov­erno do Es­tado também prevê a uti­lização dos 107 Km de fibra ótica da Ama­zonas En­ergia, dis­tribuídos nos mu­nicí­pios de Manaus, Iran­duba e Pres­i­dente Figueiredo.  

Outra pro­posta de­fen­dida é a re­al­ização de uma parceria com a Em­bratel, para a uti­lização da fibra ótica da em­presa para prover In­ternet nos mu­nicí­pios que ficam no en­torno da estru­tura de fibra que atrav­essa o Es­tado, como Hu­maitá, Borba e Careiro da Várzea.

Para os mu­nicí­pios que não pos­suem conexão com nen­huma fibra ótica, o pro­jeto do gov­erno do Es­tado prevê ainda a am­pli­ação dos links via satélite do SIPAM e do Gesac, que é o pro­grama de in­clusão dig­ital do Gov­erno Fed­eral. “A ideia é vi­a­bi­lizar, o quanto antes, novas al­ter­na­tivas de In­ternet, já que o Linhão de Tu­curuí está pre­visto para chegar em Manaus apenas em 2013, e não podemos es­perar”, afirma An­gelim.

Linhão de Tu­curuí
O Linhão de Tu­curuí vai ligar o Ama­zonas ao Sis­tema Na­cional de En­ergia e o nú­cleo do cabo de alta tensão – que trará a en­ergia da hidrelétrica de Tu­curuí para Manaus e outros mu­nicí­pios ama­zo­nenses – abri­gará também uma fibra ótica, que poderá ser uti­lizada pelo Es­tado, au­men­tando a ve­loci­dade de conexão da rede de In­ternet.
 
Para os mu­nicí­pios que estão no trecho Linhão Tu­curuí-Manaus (Par­intins, Nhamundá, São Se­bastião do Ua­tumã, Ita­coa­t­iara, Rio Preto da Eva e Manaus), o ganho de ve­loci­dade pode chegar até 100Gbps. “O Ama­zonas ficou fora do Plano Na­cional de Banda Larga por falta de in­fraestru­tura, mas, com o apoio do Gov­erno Fed­eral, poder­emos uti­lizar as estru­turas já ex­is­tentes, e com isso, pelo menos 20 mu­nicí­pios do Es­tado já pode­riam fazer parte do PNBL”, res­salta An­gelim que afirma ainda que as ne­go­ci­ações para in­cluir o Ama­zonas no Plano Na­cional de Banda Larga já estão avançadas. 
 

1 comentários:

  1. VEM AI O JORNAL "COARI HOJE" UM JORNAL SEMANAL KI VAI TRAZER TUDO KI A POPULAÇÃO KER SABER SAUDE ,POLITICA, HUMOR, SOCIEDADEE ESPORTE E MUITO MAIS AGUARDEM...

    ResponderExcluir

Os comentários são Moderados: