Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, janeiro 23, 2008

Cidade do Samba fica pequena para os carros alegóricos da Grande Rio

Publicada em 03/01/2008 às 18h51m
Alberto João - O Globo Online


RIO - Duas vezes vice-campeã do desfile do Grupo Especial (2006 e 2007), a Grande Rio quer superar essa barreira e conquistar o sonhado título no carnaval 2008. Para isso, a escola de Duque de Caxias prepara um enredo sobre o gás e investe pesado no volume de seus carros alegóricos. O espaço dentro do barracão na Cidade do Samba está pequeno para as oito alegorias e tripés. Veja fotos do barracão da Grande Rio

- Tudo que entra na Avenida fica pequeno. Preciso tomar toda pista. Queremos exuberância. Essa é uma estratégia plástica. A idéia é criar grandes blocos entre os setores. Os carros ficam na mesma medida que outras escolas, mas não usamos rampa. Nossa alegoria tem 360 graus. Estamos prontos para conquistar o título. A Grande Rio faz um super-espetáculo. Nossa parte visual é poderosa e a leitura do enredo é muito boa - explica o carnavalesco Roberto Szaniescki.

"
Tudo que entra na Avenida fica pequeno. Preciso tomar toda pista. Queremos exuberância. Essa é uma estratégia plástica - Roberto Szaniescki
"
--------------------------------------------------------------------------------
O carnavalesco funciona como um gestor dentro da escola e diz que não consegue tirar um mês inteiro de férias.

- Trabalho com o patrocinador, imagem e criação. Em 2008, eu completo 30 anos dentro do carnaval. Sei que tudo que passa pela Avenida é uma releitura ou muito novo. Gosto de ir na contramão do que já foi feito. Perdemos os artesãos. O desfile não pode ser o luxo pelo luxo. Temos que ter qualidade de criação. Podemos usar tudo, mas precisa ter significado.

A Grande Rio prepara novidades em termos de materiais para o seu desfile no carnaval 2008.

- O enredo sobre o gás parece uma bobagem, mas temos situações que vão surpreender. A polêmica do gás entre Bolívia e Brasil teve influência na escolha do enredo. Também citamos a dependência do ser humano ao gás e como isso aconteceu. Falamos dos carros nos automóveis e cozinha. A bacia de Urucu é a quarta maior reserva de gás. Acredito que em 10 anos, o Brasil seja auto-suficiente. Os royalties do gás serão revertidos para região da Amazônia. Teremos muitos animais, com seus pelos revestidos com sisal, movimentos mecânicos e hidraúlicos. Além disso, a nossa iluminação será elaborada. O desfile continua um grande circo - brinca Szaniescki.

Para abrir seu desfile com impacto, a Grande Rio prepara um carro abre-alas com 22 integrantes do grupo Intrépida Trupe, que fará acrobacias para contar os átomos em ebulição e a criação do universo.

- Uma das novidades será o nosso segundo carro alegórico. Ele terá três movimentos. Água na frente, o centro traz os dinossauros e na parte traseira com esqueletos e poços de petróleo. A quarta alegoria não terá nem frente e nem fundo. Será um relógio de porcelana francesa. Vinte e seis mulheres vão representar candelabros.

O quinto carro alegórico traz diversos tipo de botijões de gás. Além disso, o carnavalesco usará imagens de pessoas trabalhando em vários sentidos: cozinha, posto de combustível e etc.

- Aposto nesse quinto carro. Ele tem uma linguagem diferente. Na sexta alegoria, nós usamos e abusamos da turma de Parintins e seus movimentos variados.

Para fechar seu desfile, a Grande Rio viaja no tempo e sonha com uma cidade de Coari do futuro, onde o Brasil é auto-suficiente no gás.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: