Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

domingo, dezembro 27, 2009

Coari invadida de Pen drives Falsificados

Muitos de vocês devem conhecer o Pendrive Kingston DataTraveler, já que ele é um dos mais vendidos (se não for o mais vendido) aqui no Brasil.

Para quem não conhece pelo nome, talvez já tenha visto, são esses aqui:Devido à grande quantidade de vendas desse modelo (como eu havia dito), aumentam muito mais as chances desse pendrive serem falsificado. Aqui em Coari as algumas lojas de informática que não respeitam o consumidor vendem pen drives mais baratos que as distribuidoras em nossa capital, Manaus. Ex: um pen drive de 16Gb que custa em uma distribuidora em Manaus R$ 75,00, aqui é vendido a R$ 80,00... Eles são comprados no mercado negro por R$ 25,00 com agio de 300% em um produto falsificado.



Comprado com uns Peruanos. Descobri que era pirata só quando tentei coloca um filme, e prontamente corrompeu todo o pen drive. Mas fica o aviso: tenha cuidado, desconfie sempre. E teste sempre que puder.
.
Dicas para Reconhecer um Pendrive Falso

A primeira dica é: Como ter certeza da capacidade do seu pen drive.
Todo pen drive possui um firmware, que é responsável, dentre outras coisas, pela informação da capacidade de armazenamento. Este firmware pode ser feito de maneira a informar mais capacidade do que a realidade, ou seja, você pode estar comprando um pen drive de 4GB, mas que na verdade pode ter bem menos do que isto, 2 GB ou 1 GB por exemplo.
Uma das formas de descobrir se está havendo alguma "maquiagem" na capacidade do pen drive, é formatando-o através do próprio Windows e não através do software que normalmente o acompanha, pois o software pode estar preparado a manter a capacidade falsa.
As diferenças do valor informado para a capacidade real, devem ser grandes. Pequenas diferenças são normais, como por exemplo um pen drive Kingston DataTraveler400 de 8 GB, que após ser formatado apresenta 7.993.376.768 bytes, ou seja, um total de 7.44 GB.
A outra forma é a de gravar dados suficientes para que completem aproximadamente 90% da capacidade, testando arquivos gravados no início, no meio e no final da gravação. Se a capacidade informada é falsa, a partir da capacidade real os arquivos serão gravados de forma errada e não poderão ser lidos.
Lembre-se, encontrando estas provas que o produto tem a capacidade informada erroneamente, leve-o até a loja que comprou e explique o acontecido. NÃO deixe que formatem com o software fornecido com o pen drive, peça para formatar com o Windows.

A segunda dica é: Como saber se o produto Kingston que você comprou é falso ou genuíno.


Para proteger os interesses dos clientes, a Kingston criou um site onde, de forma instantânea, você poderá identificar se a memória ou o pen drive que você adquiriu é Kingston ou não. O site é http://www.kingston.com/Brasil/verify/
Além do site, você também pode estar atento para outros detalhes como por exemplo a embalagem.
A embalagem plástica dos produtos Kingston é fechada a vácuo e feita em plástico muito resistente, resistente ao ponto de ser, normalmente, necessário o uso de tesoura, faca ou outro objeto cortante. Se a embalagem do produto "Kingston" parecer aberta ou ser de fácil abertura, desconfie.
Na embalagem dos produtos genuínos constam:

1-Inscrições em vários idiomas, inclusive o português. Se a que você está comprando ou já comprou não tem, desconfie.
2-Existe uma etiqueta com informações sobre o pen drive. Se a que você está comprando ou já comprou não tem, desconfie.

Embalagem de um pen drive Kingston falsificado


Embalagem de um pen drive Kingston original


3-Na parte metálica do pen drive, aquela onde você o conecta no micro, deverão constar informações sobre o pen drive, sendo que na primeira linha o modelo. Veja a diferença de um pen drive original para um falso na foto abaixo.



Outro detalhe a ser observado é na hora de colocar o pen drive no micro. Ele deve ser reconhecido como Kingston. Se você colocar o pen drive e ele ser reconhecido como "xxxling", "qqqsuco" ou qualquer outra coisa que não seja Kingston, existirá grande chance de você ter pago gato por lebre, de ter comprado um produto falsificado.

Talvez o pen drive que possua mais falsificações seja o Datatraveler. O motivo pode ser o custo baixo, mas o que importa é a atenção que você deve tomar ao comprar um destes.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: