Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, novembro 03, 2011

Acesso à Série A do Campeonato Amazonense vai ao tapetão


Iranduba reivindica vaga do Grêmio Coariense em jogo de interesses.
Manaus - A 87 dias da bola rolar no Campeonato Amazonense de 2012, a competição dá sinais de que não merece a credibilidade dos poucos torcedores que ainda prestigiam o regional. É que as regras do jogo ou não estão sendo cumpridas ou são interpretadas conforme a conveniência. As duas vagas de acesso à Série A, conquistadas por Grêmio Coariense e CDC-Manicoré, campeão e vice da Série B, respectivamente, estão sendo reivindicadas no tapetão.
A Federação Amazonense de Futebol (FAF) se mostra favorável ao acesso do Iranduba Amazônia à primeira divisão do Estadual. Ontem, o diretor de futebol da FAF, Ivan Guimarães, reforçou denúncia do Verdão. O clube alega que o Grêmio escalou o jogador Felipe Carioca de forma irregular durante toda a Série B.
O dirigente assegurou que o Tricolor de Coari não registrou a transferência do atleta, que veio do futebol carioca. O Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) ainda julgará o mérito para definir se houve a infração enfatizada pelo diretor da FAF.
Outra aparente manobra de beneficiamento ao Iranduba foi a punição imposta pelo TJD-AM ao CDC-Manicoré e ao Tarumã. Ambos receberam multa de R$ 8 mil por não pagarem as taxas de arbitragem. O prazo para quitar a dívida expirou ontem e ambos estão impedidos de disputar competições. O Holanda e o Verdão também disputaram a divisão de acesso e não pagaram as taxas do segundo turno da competição (quatro jogos), mas sequer foram denunciados à Justiça Desportiva do Amazonas.
O diretor de futebol do Grêmio Coariense, Mazinho Bezerra, admite que os fatos deixam clara a impressão de beneficiamento do adversário, mas evita comentar o assunto. “Acredito que tudo isso seja para tentar manchar a conquista do nosso time. Por ser dirigente, prefiro ficar calado e esperar que a Justiça desminta todas as acusações”, ponderou Mazinho.
O dirigente citou outras ligações do jogo de interesses. O filho do diretor-técnico da FAF, o atacante Ivan Guimarães Júnior, o  Juninho, disputou a segunda divisão pela equipe do Iranduba Amazônia. Outro filho do dirigente, Geraldo Guimarães, trabalhou como supervisor de futebol na agremiação. Ambos estavam no Nacional no primeiro semestre.
“Eu acho legal o pai querer o melhor para os filhos. Mas é imoral”, ressaltou. Ivan Guimarães não retornou as ligações para seu celular a fim de comentar o fato. O julgamento no TJD-AM será nesta quinta-feira.
Fonte: www.d24am.com

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são Moderados: